A EXPERIÊNCIA VIVENCIADA EM ESTÁGIO DE CUIDADOS DE ENFERMAGEM EM SAÚDE MENTAL

Andrea Cristina Alves

Resumo


Introdução: Com o advento da Luta Antimanicomial houve uma mudança significativa no que tange os cuidados com às pessoas com transtornos ou sofrimento psíquico, estabelecendo uma nova rede de serviços que redireciona o modelo assistencial em saúde mental e visa a reabilitação e a reinserção dos sujeitos que viviam excluídos na sociedade. Dentro desta proposta surgem os Centros de Atenção Psicossocial (CAPS) sendo um serviço substitutivo ao manicômio, prestando assistência para a família e usuários, promovendo melhor qualidade de vida e resgatando os direitos e cidadania desta população tão estigmatizada pela sociedade. A Enfermagem com elemento integrante da equipe multiprofissional e com foco interdisciplinar, aborda o ser humano de forma holística buscando a reabilitação, reinserção e a promoção do autocuidado. A Enfermagem tem um papel relevante dentro da equipe multidisciplinar que atua nos serviços substitutivos, pois tem como campo de atuação o cuidado e a prevenção as crises, promoção à saúde e cuidados inerentes a profissão. Objetivo: Descrever as vivências práticas em um Estágio Supervisionado de Cuidados de Enfermagem em Saúde Mental, dentro de um Centro de Atenção Psicossocial. Método: Este é um relato de experiência descritivo, acerca da vivência dos alunos de um curso técnico em enfermagem envolvidos no Estágio Supervisionado de Cuidados de Enfermagem em Saúde Mental. Foram realizadas duas atividades com os usuários: oficina de autocuidado e autoestima e de culinária. Resultado: Neste sentido os alunos apontam da importância do contato com os usuários da Saúde Mental, para desmistificar o olhar do outro frente a loucura e romper com os preconceitos que estes sujeitos passam por ter um diagnóstico psiquiátrico, outro ponto apontado é que com o estágio estarão olhando a Saúde Mental com mais carinho e respeito. Considerações Finais: conclui-se que com os estágios em saúde mental aos discentes de enfermagem mudam o olhar quanto a sua conduta na área, pois com eles os estudantes pautam seus cuidados respeitando a singularidade e subjetividade de cada sujeito. A experiência do estágio foi de grande valia para os alunos, usuários e equipe de saúde, pois todos puderam usufruir das trocas geradas nesses encontros.

 


Palavras-chave


Saúde Mental; Enfermagem; Estudantes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.18406/2359-1269v6n12019253

Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Direitos autorais 2019 Andrea Cristina Alves

INDEXADORES:

 


Eixos Tech, Passos, MG, Brasil. e-ISSN: 2359-1269

Classificação Qualis: B4

Licença Creative Commons
Este periódico está licenciado por Creative Commons Atribuição 4.0 Internacional.